quarta-feira, 14 de abril de 2010

CRECHE PARA IDOSOS


O Brasil está se tornando um país de idosos. A pirâmide etária brasileira está se estreitando na base (jovens e adolescentes) e se alargando na ponta, com um significativo aumento do contingente de idosos, cuja expectativa de vida tem ultrapassado os 80 anos. Daí que somos um país jovem mas com muitos idosos! Resulta nisso a melhor qualidade de vida, melhores serviços médicos dispensados aos idosos, e dezenas de outras formas dermatológicas e cirúrgicas para retardar a velhice.

Hoje, quando ia para o trabalho, ao passar por uma rua - que passo sempre, mas nunca havia reparado – observei que em uma casa de repouso para idosos estava escrito “temos creche para idosos, de segunda à sexta”. Isto me chamou a atenção e fiquei imaginando os velhinhos chegando na tal creche, sendo levados pelas mãos de seus filhos e filhas, e quem sabe, até dos netos! Fiquei pensando nessa inversão, pais que levam seus filhos para a creche e lá os deixam para ir trabalhar (necessidades da vida moderna), daqui há alguns anos serão levados pelos filhos do mesmo modo.

Fiquei tentando entender o que significava exatamente uma creche para idosos. Seria porque há um discurso de que o velho volta a ser criança, volta a usar fraldas, não pode mais responder pelos atos, tem que ser tutelado, etc? Vira um incapaz? Será que lá na creche ele vai ter companhia de outros amiguinhos, vai “brincar”, comer e dormir? Fui procurar a definição de uma creche para idosos e encontrei:

“Uma iniciativa que visa oferecer aos idosos um local onde possam passar o dia enquanto seus familiares trabalham. Na creche o idoso tem acompanhamento médico e psicológico”

“Assistir ao idoso em suas necessidades físicas, psíquicas e sociais, sob regime de internato de curta ou longa permanência. Com o objetivo de proporcionar ao idoso, condições dignas de vida, respeitando suas necessidades básicas, conforme o estatuto do Idoso”

E ainda, "Nas creches, os idosos teriam atendimento especial e a companhia de outras pessoas para conversar durante o dia. À noite poderiam reencontrar seus filhos e parentes".

É isso, na creche os idosos teriam companhia para conversar, jogar, ver televisão, enquanto seus familiares trabalham. Dizem ser melhor do que uma casa de repouso, já que podem voltar para casa toda noite. Imagino que, ao chegar em casa, esses idosos, já de banhinho tomado, vão fazer seu lanchinho e depois vão pra cama, porque já conversaram bastante, e seus parentes estarão muito cansados do trabalho para lhes dá ouvido.

Posso estar sendo um pouco crítica e preconceituosa com tais formas de proceder com nossos idosos. Cada um tem sua história e suas necessidades. Essas são as agruras da sociedade moderna. Mas, se parecem facilidades, soa também como indiferenças do mundo moderno.

Sinceramente, espero que nunca tenha que colocar minha mãe ou, eu mesma, vá parar um dia numa creche para idosos.